CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

Nº Páginas: 56/60 (incluindo capa), totalmente a cores
Formato: 21x29,7cm
Papel: Capa – Printomat 3D 200g/m2
Miolo: Printomat 3D 115g/m2

Periodicidade: Mensal
Tiragem Média: 3000 exemplares

Propriedade : Ultraprint, Comunicação & Artes Gráficas, Lda.


PÚBLICO-ALVO

Empresas Gráficas
Empresas Fornecedoras
Empresas Informáticas
Agências de Publicidade
Agências de Meios
Agências de Comunicação Bancos de Imagem
Designers
Direcções de Marketing

Canon Europa celebra o 10º aniversário do seu Programa de Embaixadores com 17 novos membros

A Canon Europa acolheu 17 novos fotógrafos e cineastas profissionais no seu reconhecido Programa de Embaixadores para assinalar os 10 anos desde o seu lançamento. Os novos membros juntam-se assim aos 60 embaixadores já existentes, entre os quais os portugueses Joel Santos e Fernando Guerra, que foram apresentados em setembro do ano passado, após o relançamento do programa.

O Programa de Embaixadores da Canon Europa reúne alguns dos melhores fotógrafos e cineastas do mundo, bem como conceituados especialistas da indústria, que colaboram com a Canon e partilham uma paixão comum pelo storytelling visual. Após uma rigorosa avaliação a 104 profissionais, um painel de especialistas internos e externos selecionou 14 novos profissionais para o programa. Três participantes do Joop Swart Masterclass 2018, organizada pelo World Press Photo e apoiado pela Canon, garantiram também um ano de admissão.

O relançamento do programa em 2017 deu as boas-vindas a novos embaixadores e outros já existentes, incluindo o fotógrafo de vida selvagem Michael Nichols, e os fotojornalistas Brent Stirton e Paolo Pellegrin. O comunicado de hoje demonstra a evolução contínua do programa para assegurar que representa e apoia as atuais e futuras gerações.

Richard Shepherd, Pro Marketing Manager, da Canon EMEA, comenta: “Quando o Programa de Embaixadores da Canon Europa foi lançado em 2008, estabeleceu um parâmetro de referência para a indústria. Desde o seu início, o programa observou os seus embaixadores a adotarem ativamente o seu papel, e muitos, a trazer à discussão alguns dos assuntos e eventos mais importantes da atualidade. Através de uma abordagem colaborativa com embaixadores antigos e atuais, estamos muito orgulhosos do que foi alcançado nos últimos dez anos. Enquanto mantemos um relacionamento valioso com embaixadores que confiam em nós há mais de uma década, temos também o prazer de continuar a convidar novas caras para o programa, que trazem novas ideias e demonstram compromisso em enfrentar diretamente os desafios da indústria.”

“Quer seja através de histórias inspiradoras e educacionais, eventos e experiências, ou o contínuo apoio que oferecemos através dos Serviços Profissionais da Canon (CPS), apoiar e promover fotógrafos e videógrafos está no centro de tudo o que fazemos. Estamos ansiosos por continuar a colaborar com os melhores profissionais da indústria em toda a Europa, Médio Oriente e África.”

A Embaixadora Canon e fundadora do primeiro festival internacional de fotografia na África Oriental, Aida Muluneh, comenta: “Na actual sociedade em evolução, é mais importante do que nunca olhar para um tema e proporcionar uma perspetiva inovadora que desafia o seu ponto de vista. Com o apoio da Canon, estou empenhada em continuar a impulsionar as minhas barreiras criativas e técnicas, revelando histórias inspiradoras que precisam de ser contadas. É uma honra fazer parte do programa da Canon juntamente com tantas pessoas inspiradoras que possuem tanta e tão variada experiência.”

Conheça a lista completa dos embaixadores do programa, em www.canon-europe.com/pro/ambassadors


Brother renova o seu site Creative Center

A Brother, especialista em soluções de impressão e digitalização, anunciou o lançamento do seu renovado website Creative Center, para ajudar os profissionais e utilizadores domésticos.

O Brother Creative Center oferece uma ampla gama de modelos personalizáveis gratuitos, que vão desde materiais para utilizadores profissionais (folhetos, cartões de visita, posters, etc …), até cartões de felicitação, calendários e trabalhos manuais divertidos para utilizadores domésticos.

O site Creative Center, foi lançado em 2007 e tornou-se popular em todo o mundo, estando disponível em 10 idiomas diferentes. As melhorias realizadas passam pelo desenvolvimento de uma estrutura, design e interface de utilizador completamente renovados, refletindo o lema “at your side”, da Brother.

Para utilizações profissionais, o website inclui modelos de brochuras, cartões de visitas, posters, envio de postais e boletins, entre outros. Com o software online melhorado e fácil de utilizar, os utilizadores podem inserir o seu próprio texto, imagens e fotos para criar materiais profissionais de alta qualidade. Não há necessidade de fazer pedidos e esperar que os materiais cheguem já que os utilizadores podem imprimir os seus desenhos a partir do seu próprio equipamento. Além disso, o utilizador pode começar a editar um desenho e guardá-lo para continuar mais tarde. Uma vez terminado, poderá imprimi-lo ou guardá-lo em PDF, de acordo com as suas necessidades e a sua finalidade.

Por outro lado, para o ambiente doméstico, o site oferece modelos editáveis e cartões de felicitação prontos a imprimir, calendários, figuras de papel e decorações para festas, entre outros. Para além das decorações para datas assinaladas como aniversários ou casamentos, dispõe de uma grande variedade de materiais para diferentes eventos classificados por temas como: Natal, Dia dos Namorados, Páscoa, Dia da Mãe e do Pai.


Se for à Grécia, sinta-se grego

A Infopédia tem novos dicionários, desta vez dedicados ao Grego. Mesmo a tempo para quem tem a Grécia como destino de férias.

Este ano, a Infopédia já surpreendeu os utilizadores com a disponibilização dos dicionários de Chinês e de Tétum. Agora, chegou a vez de acrescentar os dicionários Português-Grego e Grego-Português à sua vasta oferta on-line para que, ao invés de alguém se ver grego, se sinta confortavelmente grego.

Tendo por base as edições impressas da autoria da especialista Maria da Piedade Faria Maniatoglou, publicadas na coleção Editora, estes dicionários são os mais completos no mercado, incluindo vocabulário técnico e científico nas diferentes áreas do conhecimento – da Economia ao Desporto, da Medicina à Informática.

Os dados referentes a estes dicionários são significativos: no total, apresentam cerca de 130 000 entradas, mais de meio milhão de traduções e 265 000 expressões, provérbios e exemplos.

A consulta e utilização destes dicionários é fácil, rápida e eficaz seja qual for o dispositivo – computador, smartphone ou tablet –, servindo as mais diversas necessidades, nomeadamente as de quem se prepara para uma viagem de merecidas férias.

A infopedia.pt passa assim a incluir 28 dicionários em 10 línguas – Português, Inglês, Francês, Espanhol, Alemão, Italiano, Neerlandês, Chinês, Tétum e agora o Grego – reforçando o seu estatuto de maior base lexicográfica em língua portuguesa.


Estudo revela que a abordagem inovadora da Konica Minolta é uma das melhores práticas

O ritmo acelerado da digitalização traz oportunidades e riscos para os negócios: por um lado, pode ser uma fonte de grande crescimento, mas por outro, até pequenas start-ups podem perturbar os principais mercados.

Este panorama torna o poder de inovação um fator crucial para o sucesso dos negócios – que força grandes empresas a reavaliar a forma como se organiza a inovação. A abordagem inovadora da Konica Minolta é uma das melhores práticas, referida na pesquisa da Capgemini Consulting e do MIT Digital em “As Bases da Inovação Corporativa na Era Digital”.

A inovação é uma virtude essencial para a Konica Minolta, muito antes da era digital: em mais de 140 anos de existência, a empresa nunca parou de impulsionar os limites da tecnologia para os seus clientes. “Para nós, a inovação é uma função principal no nosso negócio, em todo o mundo”, afirmou Yuji Ichimura, Senior Executive Officer da Konica Minolta, Inc.

O relatório da Capgemini Consulting e do MIT Digital identifica três fatores para uma organização bem-sucedida, a nível de inovação, em grandes empresas: uma arquitetura de inovação adequada, corretas fontes de inovação e o alinhamento das capacidades certas. A arquitectura de inovação da Konica Minolta abrange o mundo todo com os seus cinco Business Innovation Centers (BIC’s). A sua função é obter uma compreensão mais profunda das necessidades dos clientes e acrescentar valor, antecipando-as, servindo como principais motores para o crescimento de uma empresa.

No que diz respeito às fontes de inovação, a Konica Minolta acredita que a colaboração é um ponto chave que conduz ao sucesso. Portanto, procura um processo de “inovação aberta”, trabalhando em conjunto com os clientes, parceiros, instalações de pesquisa independentes e universidades para desenvolver novas ofertas em áreas como o ambiente de trabalho do futuro, visão aumentada, e Inovação como serviço. Os BIC’s são os catalisadores da mudança e sucesso para apresentarem as futuras ofertas da Konica Minolta. Finalmente, a inovação está profundamente ancorada à cultura da empresa de constante transformação, encorajando as equipas para assumirem os seus desafios: “Estamos honrados e orgulhosos por estarmos incluídos, como a melhor prática neste relatório sobre inovação por organizações tão prestigiadas. Este reconhecimento assegura ainda mais de que estamos no caminho certo para garantir um futuro de sucesso para a nossa empresa”, conclui Ichimura


Omdesign assina nova rotulagem Grainha

A nova imagem da marca Grainha, detida pela Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo, é assinada pela Omdesign

Este projeto é a continuação do trabalho que a Omdesign tem vindo a desenvolver com a produtora duriense na renovação da imagem dos rótulos de várias marcas, nomeadamente Pomares e Quinta Nova.As duas referências – Grainha Reserva Branco 2017 e Grainha Reserva Tinto 2016 – apresentam-se agora numa rotulagem mais clean e minimalista, onde a ilustração da grainha passa a ocupar uma posição de maior destaque. As castas, por sua vez, ganham também mais protagonismo nesta nova imagem que mantém as duas partes que já constituíam anteriormente estes rótulos.

Qta_Nova_N_Sra_do_Carmo_Omdesign_03

Qta_Nova_N_Sra_do_Carmo_Omdesign_02

 

 

A umbrella Quinta Nova mantém-se na parte inferior da rotulagem, mas adota uma nova cor – cinza xisto –, característica da região do Douro, à semelhança do que a Omdesign já definira também para os vinhos da gama Quinta Nova e Pomares.Para a Omdesign, estes vinhos refletem e reforçam com a nova imagem, que mantém o universo cromático já utilizado, toda a essência e valores da marca, com os diferentes elementos em perfeita harmonia e equilíbrio.


Mais segurança e conforto em fábricas e oficinas

A notícia já correu o mundo. Há uma empresa alemã que oferece panos de limpeza e esteiras de retenção de óleo da melhor qualidade com serviço completo. Quais as vantagens? A limpeza da fábrica ou da oficina fica a cargo de um especialista – este outsourcing alivia e permite uma previsão exata dos custos.

A MEWA é uma empresa alemã de cariz familiar com uma história de sucesso de 110 anos. Ao longo das décadas, a MEWA foi aperfeiçoando a qualidade dos produtos e o sistema de reutilização. O resultado: panos e esteiras ultra-absorventes com um sistema confortável e de baixo custo que se insere de forma harmoniosa no dia-a-dia de cada fábrica ou oficina. Hoje em dia, a MEWA é líder mundial em gestão têxtil. E o que quer dizer gestão têxtil quando falamos desta empresa? O aparecimento de panos de limpeza ultra-absorventes e esteiras têxteis de retenção de óleo para fábricas e oficinas com sistema de reutilização, ou seja, fornecimento dos panos e esteiras, recolha, lavagem e devolução.

A necessidade quantitativa de panos e/ou esteiras é apurada pela MEWA. Quanto ao ritmo do sistema de reutilização – recolher, lavar e substituir – o cliente também pode contar com o conselho da MEWA. Para assegurar que os panos e esteiras sujos de lubrificantes são guardados de forma segura depois de terem sido usados muitas vezes, a MEWA fornece também o adequado contentor especial: o SaCon que é prático e seguro devido ao fecho hermético. Este contentor de segurança também serve para a recolha e o transporte dos panos e esteiras.

O sistema inteligente, económico e ecológico também é vantajoso para microempresas. E sobretudo ali, onde há poucas mãos para trabalhar, o sistema de panos de limpeza da MEWA facilita e aumenta o conforto e a segurança.


Canon recebe número recorde de visitantes no seu stand da FESPA 2018

A Canon acolheu um número recorde de visitantes no seu maior stand de sempre na FESPA 2018, com um total de 11.000 clientes e potenciais clientes que vieram conhecer a gama de soluções avançadas de produção digital de grande formato da Canon, para aplicações de sinalética, gráficos, decoração de interiores e embalagens. 

As principais atracções para os visitantes da Canon na FESPA foram as demonstrações ao vivo do fluxo de trabalho print-and-cut da Océ Arizona/ProCut totalmente automatizado com tecnologia robotizada do parceiro Rolan Robotics, bem como da impressora de rolo Océ Colorado 1640 com acabamento em linha do parceiro Fotoba.

Mark Lawn, Director, Graphic & Communications Group da Canon Europa, comenta: “Há um ano atrás, a Canon esteve em destaque na FESPA graças ao lançamento da tecnologia UVgel. Este ano, a Océ Colorado 1640 continuou a ser o elemento chave do stand, visto que os visitantes puderam comprovar o sucesso do produto no mercado através de aplicações reais dos nossos clientes. Houve também uma grande agitação em torno do nosso fluxo de trabalho robotizado, à medida que os fornecedores de serviços de impressão (PSPs) começam a perceber o potencial valor deste processo para tirarem proveito da vaga de crescimento das oportunidades de negócio.”

Acrescenta, “Foi claro nas conversações durante a FESPA, que a procura dos clientes por aplicações de impressão de grande formato é dinâmica, o que está a motivar os PSPs a focarem-se em estratégias para expandir a capacidade de produção e automatizar processos. Através das nossas soluções planas e de rolo pudemos demonstrar de que forma a Canon está a trabalhar com parceiros especializados para oferecer soluções completas e avançadas que respondem às necessidades dos clientes.”

A FESPA 2018 ofereceu à Canon a oportunidade de mostrar o impacto positivo da tecnologia UVgel no mercado através de um conjunto de histórias de sucesso de entre 300 utilizadores ativos da Océ Colorado 1640 na EMEA. Esta demonstração atraiu um número significativo de encomendas da impressora de rolo, dado que os visitantes puderam conhecer exemplos reais da combinação única de elevada produtividade, qualidade de impressão e versatilidade do equipamento.

A necessidade de diversificação dos PSPs para novas áreas de aplicação foi também um dos focos da FESPA 2018, e o stand da Canon foi um forte expositor de aplicações reais de clientes que abrangem o espectro dos gráficos, impressões e embalagens promocionais, bem como de lucrativas oportunidades para decoração de interiores impressos digitalmente.

O lançamento da nova solução de impressão superior da Canon, a Océ Touchstone, atraiu grande interesse por parte de clientes com soluções planas que procuram reforçar a sua proposta de valor com impressões texturizadas e outros efeitos especiais, desbloqueando o potencial de trabalhos de grande valor em decoração de interiores, POS e embalagens de luxo.

“Mais de um em dois visitantes da FESPA 2018 Global Print Expo escolheram visitar o stand da Canon entre os mais de 700 expositores presentes na feira. Vemos isto como prova da forte e crescente reputação da Canon no setor da impressão especializada, pela inovação constante inerente aos produtos que desbloqueiam o potencial de negócio dos PSPs. A opinião dos clientes salienta a importância que os PSPs colocam na nossa forte ética de parcerias a longo prazo e suporte de negócio, quer o seu percurso seja impulsionado pelo desejo de maximizar a produtividade ou de desencadear novas capacidades de aplicações como base para o crescimento. Graças aos vários exemplos reais e inspiradores dos nossos clientes presentes no stand, incentivámos os visitantes e mostrámos uma visão clara sobre o modo como a Canon pode ajudá-los a desenvolver a sua oferta, e elevar o seu negócio a novos níveis.”


A Lecta apresenta o novo saco de Creaset Bags

Um dos principais fabricantes europeus de sacos de compras e acessórios para embalagem, a Fiorini Internacional, produziu um novo saco para a gama de papéis couché de 1 face Creaset Bags da Lecta, o qual foi apresentado na feira Packaging Première, a feira dedicada à embalagem premium, realizada em Milão de 15 a 17 de maio.

Com o slogan Pure Inspiration e com um design sofisticado que transmite elegância e leveza, a Lecta apresenta, através deste atrativo saco, um papel que faz parte de uma versátil gama que permite criar tudo o que possa imaginar, fazendo jus ao lema da marca Creaset: Endless Possibilities. Desde uma etiqueta de perfume a um rótulo de vinho ou um conjunto para embalagem flexível de alta qualidade, as possibilidades são infinitas.

Creaset Bags é um papel couché de 1 face, branco brilhante, com uma alta carga de rotura e de rebentamento. Está disponível em gramagens de 90, 100, 110 e 120 g/m2, oferece uma excelente capacidade de impressão e é adequado para a impressão em offset e flexografia. É um produto 100% reciclável, biodegradável e compostável. É fabricado com pasta química ECF (Elemental Chlorine Free) e pode ser encomendado com certificação FSC® ou PEFCTM.


Emetrês é Gold Sponsor do Southern European Print Congress

Nos dias 18 e 19 de junho realiza-se em Lisboa a 4ª edição do Southern European Print Congress (SEPC), um dos mais importantes congressos de impressão do Sul da Europa, organizado pela APIGRAF e FESPA Espanha, Itália e França.

A Emetrês é Gold Sponsor e tem como orador convidado Gaspare Bugli, Director de Vendas para a Europa da Massivit. “É um grande orgulho para a Emetrês patrocinar um evento da importância do SEPC e dar o seu contributo para as novidades do que será o mercado gráfico. É por isso que convidamos o Gaspare Bugli, da Massivit, para representar a impressão 3D de grande formato com grande qualidade, e que muito nos honra com a sua presença. Vão ser dois dias de debate e partilha de ideias entre CEO’s, diretores comerciais e outros decisores”, clarificou Alberto Mateus, administrador da Emetrês.

Num ambiente informal, o evento terá lugar no Hotel Fénix, em Lisboa, com recepção ao início da tarde do dia 18 de junho, prolongando-se até ao dia seguinte, com apresentações e mesas redondas de debate. Gaspare Bugli fará a sua apresentação no dia 18, pelas 16h10, integrada no tema “Innovation Is In Our DNA”.

O evento contará com nomes como o de Christian Duyckaerts, Presidente da FESPA, Pedro Santos, CEO da Ocyan,  António Craveiro, CEO da Pinkplate, entre muitos mais.

Para mais informações e para garantir a sua inscrição, pode fazê-lo em www.apigraf.pt.


Novo presidente assume liderança europeia da Konica Minolta

Keiji Okamoto foi nomeado como novo Presidente da Konica Minolta Business Solutions Europe, sucedendo Ikuo Nakagawa.

Keiji Okamoto, o novo presidente da Konica Minolta Business Solutions Europe, conta com uma vasta experiência, tendo desempenhado diversas funções dentro da empresa com uma performance excepcional. Okamoto, que teve funções prévias focadas em planeamento estratégico e operações na Europa e no Japão irá, também, assumir a posição de Senior Executive Officer na Konica Minolta Inc., no Japão.

“Não consigo imaginar ninguém mais adequado que o Keiji para a função em questão. Com a sua vasta experiência e sucesso demonstrados, Keiji Okamoto será, certamente, uma excelente aposta para o sucesso da Konica Minolta e transformação da empresa.”, refere Ikuo Nakagawa, Senior Executive Officer, Konica Minolta, Inc

Um futuro forte, construído sob um legado de sucesso e transformação

O novo presidente da Konica Minolta Business Solutions Europe afirma que pretende continuar a construir bases fortes de acordo a filosofia da empresa ao nível de transformação contínua. “Sinto-me privilegiado por assumir a liderança da Konica Minolta Business Solutions Europe.  Estamos a crescer e a ser bem-sucedidos nas áreas de serviços, TI, saúde e produção digital e, é uma honra poder continuar este percurso com a equipa da Konica Minolta”.


Cores e efeitos iridescentes de qualidade nunca antes vistos

Cores e efeitos iridescentes de qualidade nunca antes vistos em aplicações impressas digitalmente, são agora uma realidade.

O novo equipamento de Produção Xerox cria cores CMYK de alto destaque, cores metálicas ricas em detalhes e efeitos especiais iridescentes. A empresa que inventou a cópia, a impressão a laser e o print-on- demand acaba de anunciar outro inédito no mundo da impressão. Alta velocidade, com 6 estações de cor que combinam impressão a quatro cores com até duas cores adicionais numa só passagem. A Impressora de Produção Xerox® Iridesse é a única impressora de produção digital que pode imprimir cores metálicas como ouro ou prata conjugadas com cores CMYK e isto tudo, numa só passagem.

Desenhada com um rigoroso sistema de gestão de cor e uma solução ponderosa de automação, possibilita aos fornecedores de serviços de impressão gráfica disporem de uma vantagem competitiva imediata. “A Iridesse pode fazer trabalhos que nenhuma outra impressora de produção digital pode fazer, e isso é o mais importante para os nossos clientes: conseguirem fazer mais e com maior qualidade.”, disse Paulo Carvalho, Production Business Manager, da Xerox Portugal. “Nós criamos esta impressora para produzir efeitos especiais e aprimoramentos digitais, a um custo acessível e sob fluxos de trabalho simplificados para que os nossos clientes possam aproveitar as oportunidades de mercado e fazer crescer os seus negócios.”

A Iridesse elimina a necessidade de utilizar vários equipamentos para realizar a mesma tarefa, aumentando a capacidade e os lucros dos clientes. De acordo com o estudo da Keypoint-InfoTrends 1 , a integração destas funcionalidades no mercado da impressão digital pode resultar num rápido retorno do investimento, com margens de lucro elevadas, que podem ir dos 50% a 400%. “A funcionalidade de passagem única da Iridesse e dos seus sistemas de controlo de qualidade e de automação dos fluxos de trabalho, reduz tempos de trabalho na incorporação das cores metálicas e vernizes e é um diferencial para Xerox e uma vantagem competitiva para os fornecedores de impressão”, palavras de Ron Gilboa, Diretor, Keypoint inteligência-InfoTrends.

Com duas estações adicionais de tinta seca em linha, os clientes podem criar aplicações de alta rentabilidade com cores spot, mistas e metálicas de diferentes gradientes. Ouro e prata, tintas secas metálicas podem ser usadas autonomamente ou em camadas sob ou sobre cores CMYK


Omdesign brilha novamente em Itália

A Omdesign conquista mais 3 prémios em Itália, no concurso A’Design Award & Competition: um Platina e dois Ouro.

A agência de Leça da Palmeira foi uma das três empresas, a nível global, a receber Platina com o packaging de autopromoção Omdesign 2017, na categoria “Packaging Design”. Motivado pela devastação das florestas portuguesas nos incêndios do ano passado e pela seca extrema, reforça o compromisso da empresa com o futuro e as suas preocupações ambientais e de sustentabilidade, incentivando, através de um packaging produzido a partir de um tronco queimado nos fogos florestais de 2017, com uma garrafa de água e um dispensador gota-a-gota, a plantação dos 165 pinheiros fornecidos nas embalagens – um por cada distinção que a empresa recebeu nos últimos 3 anos. Na categoria “Luxury Design”, o trabalho realizado no âmbito da comemoração dos 130 Anos da Gran Cruz foi distinguido com Ouro. Inspirado no mote “130 anos de paixão e de savoir-faire”, o packaging 130 Anos Gran Cruz celebra a história e os valores da empresa e procura refletir a essência e exclusividade do Douro e do Vinho do Porto em todos os seus detalhes.

 

 

 

O livro “300 Anos no coração do Douro”, da Quinta do Vallado, conquistou Ouro na categoria “Print and Published Media Design”. Ilustrando a história desta Quinta em 224 páginas, este livro conta com uma meticulosa seleção de fotografias que apresentam a evolução desde o passado até ao presente, mas também apontam os seus olhares para o futuro.Este é o terceiro ano consecutivo que a agência é distinguida nesta competição. Considerado um dos mais importantes e abrangentes concursos internacionais de design, o A’Design Award & Competition contou com trabalhos provenientes de cerca de 100 países.

Os três projetos premiados vão representar o design nacional e a Omdesign em várias exposições internacionais com início no dia após a gala de entrega de prémios, que, por sua vez, está agendada para o dia 29 de junho, em Itália.


A novíssima Océ ColorWave 9000 da Canon

A Canon acaba de lançar um novo sistema de impressão a cores de grande formato e elevado volume, o Océ ColorWave 9000, criado para clientes dos setores da arquitetura, construção, engenharia e fabrico (AEC&M).

Aos actuais ambientes empresariais atarefados, a Océ ColorWave 9000 oferece produtividade e flexibilidade otimizadas ao permitir imprimir eficazmente documentos técnicos de alta qualidade, mapas GIS e materiais para pontos de venda, num sistema com capacidade de cor única. A Océ ColorWave 9000 incorpora a tecnologia de jato de tinta Océ Single Pass e suporta uma elevada capacidade de suportes, permitindo aos utilizadores gerir volumes de pico de trabalho, diminuir os prazos de entrega e reforçar significativamente a produtividade do grande formato.

O sistema apresenta velocidades de impressão consistentes de 11,5 páginas A0 ou 16 páginas A1 por minuto, independentemente do conteúdo da imagem, tipo de suporte ou sistemas de acabamento, ao mesmo tempo que reduz o número dos ciclos de manutenção. Com capacidade de seis rolos, troca automática de rolos e carregamento semiautomático de suportes, a Océ ColorWave 9000 foi desenvolvida para reduzir o tempo de manuseamento dos suportes, enquanto a elevada previsibilidade da produção permite programar tarefas fácil e fiavelmente.

Com a menor gota (1.2 picolitros) e a menor cobertura de tinta do mercado, a Océ ColorWave 9000 reduz substancialmente o consumo de tinta sem comprometer a qualidade. A tecnologia jato de tinta Océ Single Pass oferece uma vasta gama de cores jato de tinta, produzindo excelentes resultados em escala de cinzas e cores vibrantes numa variedade de substratos, incluindo papel sem revestimento de qualidade inferior. Nos documentos técnicos a impressora assegura uma precisão e legibilidade elevadas e detalhes refinados com resolução de 1,600 x 1,600 dpi.

Os clientes podem escolher entre uma variedade de soluções de fluxo trabalho otimizadas para a Océ ColorWave 9000, incluindo um fluxo de trabalho CAD produtivo e de grande volume, um controlador POWERsync de elevada velocidade aperfeiçoado, e um conjunto de outras soluções Océ para fluxos de trabalho específicos da impressão de documentos técnicos, que têm como objetivo reforçar a usabilidade do equipamento.

Combinada com a nova dobradora topo de gama Océ Professional 6011/6013, a Océ ColorWave 9000 apresenta-se com uma solução completa e altamente produtiva, com opções de dobragem de mapa e dobragens longas para aumentar a versatilidade do sistema.

“A Océ ColorWave 9000 é uma tecnologia especializada em documentos técnicos de grande formato que oferece aos clientes a produtividade que necessitam para se manterem na linha da frente neste mercado agitado que é o AEC&M. Está configurada para ser uma tecnologia obrigatória em ambientes onde se produzem grandes volumes de documentos técnicos e mapas. A verdadeira produtividade não é medida pela velocidade de um único componente, mas pelo percurso total desde o envio do trabalho até à entrega do produto dobrado, que é onde a Océ ColorWave 9000 brilha verdadeiramente enquanto solução completa. O seu software, manuseamento do suporte, interface de utilizador e dobradora foram criados a pensar no fluxo de trabalho e nas aplicações do utilizador final.”, refere Carel Raijmakers, Director, Industrial & Production Solutions, Imaging Supplies, AEC&M and TDS, da Canon Europa.

A Océ ColorWave 9000 terá a sua estreia Europeia na FESPA 2018 (Berlim, de 15 a 18 de maio de 2018, Hall 3.2 Stand A40/B40), onde será demonstrada com a nova dobradora Océ Folder Professional 6013, permitindo aos visitantes conhecerem a solução completa.


Designers sobem ao palco com a marca Navigator.

Designers dos cinco continentes aceitaram o desafio da marca Navigator e subiram ao palco para mostrar o seu talento ao mundo.

De 22 de janeiro a 31 de março, a marca líder de papel de escritório premium recebeu 591 propostas para a embalagem da resma Navigator Students 2018, somando mais 32% de participações comparativamente à edição anterior. A marca Navigator selecionou os 30 melhores designs que constituem a shortlist, publicada no site oficial do concurso. Estas propostas serão posteriormente avaliadas por um júri de renome e as três vencedoras serão anunciados dia 30 de abril, bem como o melhor vídeo Making-Of.

Com base no conceito “A Stage for your Talent”, esta 4a edição do Navigator Dreams reuniu designers de 49 países, sendo Portugal, Rússia e Ucrânia os três mais representados no concurso, seguidos do México, Itália e Finlândia.
Para além de ter o seu layout visível em todo o mundo na resma Navigator Students, papel multifuncional ideal para aplicações académicas, o vencedor da melhor proposta será premiado com um incrível iMac Pro®.

O autor da segunda melhor proposta receberá um Cintiq 27 QHD®, e ao terceiro lugar será entregue um iPad Pro®, com um Apple Pencil e Keyboard. O realizador do melhor Making-Of será premiado com uma Polaroid® One Step 2.
“O número crescente de participações recebidas ao longo destas quatro edições é muito positivo. Mas a evolução da qualidade das propostas recebidas é a prova do talento dos jovens designers, que estão cada vez mais motivados a levar esse talento mais longe.” Explica Ricardo Ferreira, Global Brand Manager da marca Navigator. “O foco desta iniciativa é estimular a relação da marca Navigator com o seu público jovem. Inspirando-os a subir ao palco e a impulsionar o seu início de carreira profissional juntamente com a marca. Com 60% de participantes com menos de 24 anos, deixa-nos extremamente orgulhosos poder dar-lhes uma voz e uma plataforma para mostrarem o seu talento ao mundo.”


A Pixartprinting encontra os impressores europeus

Mais de 100 máquinas industriais de última geração instaladas na sede em Veneza, incluindo as numerosas tecnologias exclusivas concebidas à medida pelos produtores de sistemas.

Um departamento que conta com as melhores soluções de impressão até hoje disponíveis no mercado, desde o pequeno até ao grande formato, passando pela Catalyst, a nova linha produtiva inovadora concebida para as embalagens. Este é um dos ativos da Pixartprinting, um web-to-print com mais de 600 mil clientes em toda a Europa, que pela primeira vez estará presente com uma área de exposição na Fespa (a decorrer em Berlim de  15 a 18 de maio de 2018). “A relação privilegiada com os fabricantes construída durante 25 anos de atividade oferece-nos vantagens competitivas em termos tecnológicos, com a possibilidade de testar em primeira mão as novas soluções ou de desenvolver elementos exclusivos a nosso pedido.”, explica Alessio Piazzetta, diretor executivo de produção da Pixartprinting. “A nossa participação na Fespa é uma forte mensagem para os impressores e para os Prestadores de Serviços de Impressão europeus. Na feira teremos oportunidade de os encontrar pessoalmente depois de anos de colaboração positiva. Além disso, o evento internacional será também uma ocasião para nos apresentarmos a quem ainda não é nosso parceiro, ilustrando as numerosas vantagens da nossa fórmula”.

Os contínuos investimentos nas tecnologias mais avançadas de impressão e acabamento permitem à Pixartprinting afirmar-se perante os impressores como parceiro produtivo, e não só para o grande formato. O crescimento constante da empresa veneziana foi acompanhado pelo contínuo alargamento do catálogo, que até hoje conta com mais de 3 milhões de combinações possíveis e 50 novos produtos introduzidos anualmente.” No nosso stand iremos expor uma seleção de aplicações partindo, naturalmente, da impressão em grande formato em tecidos sintéticos, PVC, vinil e materiais rígidos, como alumínio, Forex, Plexiglas. Não irá faltar uma amostra de todas as nossas outras especialidades, que vão desde o pequeno formato, passando pelas embalagens com acabamentos especiais até ao merchandising apresentado recentemente”, conta Federico Gonzalez, Diretor de Marketing e Vendas da Pixartprinting.

Pode visitar a Pixartprinting no Stand B70a, Pad Hall 3.1


Impressora HP ENVY ISS lançada no espaço

A impressora HP ENVY ISS foi lançada no espaço a bordo do Space-X CSR 14 Rocket na segunda-feira, dia 2 de abril

Após mais de um ano de testes exaustivos, planeamento e desenvolvimento, a impressora HP ENVY Zero-Gravity foi enviada para a Estação Espacial Internacional para proporcionar aos astronautas um upgrade à impressora anterior há muito esperado! A impressora Zero-Gravity foi projetada especificamente para responder aos requisitos da NASA, incluindo a gestão de papel em zero-G, a utilização de plásticos retardadores de chama e gestão de tinta residual em zero-G.

Este lançamento suporta a visão da HP sobre “O futuro alimentado pela reinvenção”, e mostra o poder da inovação em impressão tanto na Terra como em órbita.


Sistrade presente como expositor na feira Packaging na Exposalão Batalha

De dia 12 a 15 de abril de 2018, esta participação pretende dar a conhecer às empresas que operam na Indústria do Packaging as suas soluções de gestão especializadas e mostrar que o sistema Sistrade MIS|ERP se distingue pela sua tecnologia inovadora, flexibilidade e vasto portfolio de funcionalidades que lhe permite adaptar-se a qualquer sector de impressão, em qualquer país do mundo.

Durante a feira a equipa da Sistrade irá apresentar as mais recentes soluções Sistrade para a Indústria do Packaging, tais como:

  • Orçamentação Packaging – Na indústria de impressão e embalagem, a orçamentação nunca foi tão fácil. O utilizador pode apresentar os dados do cliente, tipo de produto, detalhes técnicos sobre o trabalho, simular outras quantidades, aplicar margens, analisar os indicadores financeiros e enviar diretamente a cotação por e-mail através do sistema. A solução de Orçamentação / Gestão de Ofertas desenvolvida pela Sistrade é uma ferramenta que permite às empresas criar e oferecer cotações de clientes, de uma forma muito estruturada e baseada em parametrizações que permitam responder às necessidades do cliente no período de tempo mais curto e conveniente. Isso resulta em taxas de retorno mais altas para as empresas, melhor atendimento ao cliente e rastreamento dos dados.

 

Print

 

  • Sistrade Gestão de Stocks & Compras – Uma gestão de stocks e de compras eficiente é crucial para uma boa administração da empresa, pois o desempenho nesta área possui reflexos directos nos resultados operacionais e financeiros de uma empresa. É muito importante, hoje em dia, ter um sistema rápido e eficiente capaz de dar suporte às questões determinantes para a decisão de comprar, o que comprar, a quem comprar e em que quantidades. Pelas razões apontadas, a Sistrade tem à disposição dos seus clientes, um sistema de gestão de stocks e de compras bastante flexível e adaptável às diferentes regras de negócio de cada organização.
  • Sistrade Gestão da Produção – A solução de workflow da produção integra serviços de gestão, planeamento e controlo da produção. É uma solução que permite sistematizar de forma consistente os processos de produção e fluxos de informação da empresa, de forma a torná-los mais simples e eficientes. Destina-se à automatização dos processos de suporte à produção e do fluxo de trabalho ao longo do sistema produtivo. Este módulo permite, de forma eficiente, flexível e integrada, modelar, automatizar e optimizar as áreas envolvidas no planeamento da produção, gestão de ordens de fabrico, custeio industrial e recolha de dados industriais.

 

stocks-management

 

  • Sistrade Gestão de Armazéns – O software Mobile Materials Management (MMS) da Sistrade é uma solução de gestão de armazéns (WMS) que permite optimizar a recepção e expedição de uma empresa diminuindo o tempo gasto em armazém. A Sistrade, com a implementação desta solução, tem como objectivo agilizar a movimentação de entrada/ saída de material dos armazéns, bem como, tornar mais eficaz o controlo das existências. Desta forma, a partir de uma consulta rápida ao sistema é possível conhecer o local onde está armazenado determinada embalagem ou artigo. Esta consulta pode ser feita pelo PC ou por um terminal portátil PDT wireless.
  • Sistrade SmartStatistics – proporciona a visão analítica da informação processada recorrendo a múltiplos dashboards construídos sobre todas as áreas funcionais do ERP Sistrade. A ferramenta disponibiliza os indicadores mais pertinentes de cada área funcional do ERP (ex.: acumulados de facturação nas vendas, ocupação dos armazéns nos stocks, ordens de fabrico aprovadas na produção, rácios de qualidade, eficiência, disponibilidade – OEE (Overall equipment effectiveness).

 

Energy3

 

Para conhecer todas as soluções da Sistrade para a Indústria do Packaging visite a empresa no stand 1D07 no Pav. 1


Visitantes da FESPA 2018 exploraram os vários caminhos para o sucesso com a Canon

Na FESPA 2018 (Berlim, 15-18 maio, Hall 3.2 Stand A40/B40) a Canon irá explicar como é que as suas soluções de produção de grande formato ajudam os produtores gráficos a procurarem novas oportunidades de crescimento, quer pela diversificação em novas áreas de aplicações, quer pela otimização de produção do seu atual portfólio.

Com a maior participação de sempre na FESPA, a Canon irá demonstrar uma ampla gama de soluções de impressão plana e de rolo, de corte e automação do fluxo de trabalho, ao mesmo tempo que partilha exemplos inspiradores do diversificado leque de aplicações permitido pelas tecnologias e meios Canon, desde sinalética e gráficos tradicionais a decoração impressa e embalagens personalizadas.

Mark Lawn, Director, Graphic & Communications Group da Canon Europa explica: “Graças à nossa vasta base global de clientes, conseguimos ter conhecimento dos vários desafios e oportunidades que os produtores gráficos enfrentam, e identificamos dois caminhos chave para o sucesso dos nossos clientes. Alguns podem colocar a diversificação no centro dos seus planos de negócio, adicionando novas aplicações ao seu portfólio e emergindo para diferentes mercados, como a decoração ou a embalagem. Outros preferem focar-se na melhoria dos seus resultados, ao desenvolver modelos de negócio inovadores ou ao investir na otimização da produção e aumento das suas capacidades. Com este profundo conhecimento do panorama, a Canon pode ajudar os clientes a explorar as oportunidades certas, dando-lhes um sentido de direção claro e um suporte contínuo, enquanto avançam por esses caminhos apoiados pela nossa permanente inovação técnica e motivados por uma visão clara sobre como podem melhorar e transformar os seus negócios.”

Seja qual for o foco de cada visitante da FESPA 2018, na Canon vão inspirar-se com os desenvolvimentos da tecnologia e aplicações reais mostradas. Um dos destaques do stand será a impressora de rolo Océ Colorado 1640, desenvolvida com a inovadora tecnologia UVgel da Canon. Duas impressoras irão demonstrar a produtividade excecional e a versatilidade de suportes deste sistema nas mais variadas aplicações, desde decorações domésticas e comerciais de elevado valor a autocolantes com acabamentos near-line usando tecnologia do parceiro da Canon, Fotoba.

A Océ Colorado 1640 foi um dos destaques da FESPA 2017, momento do seu lançamento, e desde então tem transformado a produção em rolo de centenas de produtores gráficos de todo o mundo, muitos dos quais vão partilhar a suas experiências nesta nova edição da feira. Ao visitar vários fornecedores de serviços de impressão (PSPs), os visitantes poderão ver um conjunto de aplicações gráficas e de decoração produzidas por utilizadores reais da Colorado, ajudando-os a prever de que forma as características únicas da tecnologia UVgel podem expandir as suas próprias capacidades.

Estarão expostas outras soluções de rolo da Canon, como a impressora a jato de tinta de uma só passagem Océ ColorWave 910, com uma pasta integrada para a produção de aplicações AEC (arquitetura, engenharia & construção) e posters, enquanto que a Océ ColorWave 700 irá mostrar a sua versatilidade a imprimir suportes revestidos e não revestidos, sejam posters, banners, ou papel de parede. As impressoras imagePROGRAF PRO-4000 e TX4000 vão também mostrar impressões de fotografia e obras de arte, POS e posters, incluindo uma desmonstração do novo suporte à prova de água da Canon para utilização exterior.

Na zona de produção plana do stand da Canon, os visitantes poderão conhecer os modelos 1280GT e 6170XTS da galardoada gama Océ Arizona series. A Océ Arizona 6170XTS estará a produzir pequenas tiragens de embalagens através de um fluxo de trabalho otimizado print-and-cut, incluindo a mesa de corte Océ ProCut G3 XL-3200.

Destacando a capacidade da Canon para integrar soluções inovadoras que maximizam verdadeiramente a eficiência da produção dos clientes, a Océ Arizona 6170 será exibida num fluxo de trabalho robotizado utilizando a tecnologia do parceiro Rolan Robotics, com objetivo de otimizar a colocação de suportes na mesa plana e a posterior transferência para a mesa de corte após impressão. Este processo irá exemplificar uma implementação real num cliente Holandês – Van Vliet Printing, um utilizador visionário da Océ Arizona que fechou uma parceria com a Canon e a Rolan Robotics para alcançar o mais elevado nível de automação no seu processo de impressão em mesa plana.

A FESPA 2018 será ainda a primeira oportunidade de ver a nova solução de impressão em relevo da Canon para a gama Océ Arizona, que permite adicionar efeitos de textura aos produtos de decoração, protótipos de embalagem e sinalética, maximizando o valor e aumentado a diferenciação da oferta dos clientes.

Quem visitar o stand da Canon irá também descobrir como pode complementar o seu portfolio de grande formato com soluções de pequeno formato, como a Canon imagePRESS C850 series para aplicações de embalagem, como caixas desmontáveis de pequena tiragem, bem como comunicação a clientes e materiais de apoio à venda. A impressora fotográfica jato de tintaDreamLabo 5000 em conjunto com a solução de acabamento Canon FlatSpread FS-500 vai demonstrar aos produtores gráficos – muitos dos quais já produzem merchandise fotográfico – a oportunidade comercial da diversificação para a área de produção de álbuns fotográficos de qualidade superior.

Para além das aplicações produzidas ao vivo dentro do stand da Canon, os visitantes poderão realizar um passeio ‘home-street-store’, que mostra o papel das comunicações orientadas, com gráficos promocionais e decorações direcionadas a clientes, durante a abrangente viagem do consumidor pela campanha conceptual da marca de beleza ‘Elemental’. O ambiente de ‘loja’ terá aplicações como pavimentos em vinil, murais, embalagens, móveis e balcões expositores, enquanto que o espaço ‘casa’ terá pavimento laminado, mobília, papel de parede e azulejos cerâmicos.

Mark Lawn conclui, “A campanha Elemental foi aumentada desde a FESPA 2017 para mostrar como as aplicações impressas em qualquer formato ajudam no sucesso do lançamento de uma marca, primeiro com o envolvimento do cliente na sua casa, criando sensibilização através de uma divulgação estrategicamente integrada, e culminando com uma experiência imersiva com a marca na loja, desde a decoração à embalagem. Em combinação com as tecnologias que vamos mostrar na FESPA 2018, esta é uma forma muito impactante de mostrar aos clientes os vários caminhos com potencial que podem seguir para adicionar valor ao seu negócio quando respondem a um briefing de um cliente, enquanto os ajuda a ter uma perspetiva mais global da sua relevância na cadeia de valor da marca”.


A Roland DG celebra os seus clientes com os Prémios “Heróis da Roland” de 2018

Ao longo de 2018, a Roland DG tem a missão de encontrar, celebrar e reconhecer os feitos notáveis dos utilizadores da Roland. Como parte da missão, a 11 de abril de 2018, a Roland irá lançar os Prémios “Heróis da Roland” de 2018.

A missão consiste em procurar utilizadores da Roland por toda a Europa, Rússia, CIS, Médio Oriente, Norte África e Índia* que transformaram o seu hobby num negócio, criaram trabalhos para clientes peculiares, incomuns ou famosos, desenvolveram as suas empresas de forma muito rápida, passaram as suas empresas por várias gerações, trabalharam em locais únicos, desenvolveram um produto inovador, criaram uma equipa de sucesso, doaram trabalhos para caridade ou outras boas causas – ou simplesmente fizeram algo de extraordinário.

A Roland DG sabe que existem centenas de milhares de utilizadores da Roland com histórias especiais para partilhar e a sua procura já descobriu alguns utilizadores fantásticos, como é o caso da Gemanco Design, uma empresa italiana com um historial no comércio de construção sendo, por isso, conhecedora do impacto da cor, textura e criatividade nos interiores ou a história de amor de Maisha, uma utilizadora da Roland que mudou a sua empresa 2000 km para estar com o amor da sua vida, que conheceu enquanto assistia a uma apresentação da mais recente tecnologia da Roland num espetáculo de impressão.

Está convidado para a Elite Signs & Graphics Ltd para descobrir por que motivo esta empresa de família confia na tecnologia de impressão da Roland desde o primeiro dia.

E fique a conhecer a Max Model, cuja capacidade de imprimir detalhes minuciosos com a ajuda da tecnologia VersaUV da Roland permitiu que assumisse uma posição de liderança na indústria de
modelagem em miniatura. “Por trabalhar para esta empresa há quase 9 anos, sei que há algo bastante especial e único na Roland. Sei que é um cliché, mas os clientes são, realmente, o mais importante para nós”, diz Gillian Montanaro, Chefe de Marketing da EMEA na Roland DG. “Enquanto empresa, sempre fiquei totalmente impressionada com o trabalho da nossa equipa junto dos clientes para encontrar soluções, identificar novas oportunidades e ajudá-los a gerir negócios bem-sucedidos. A nossa filosofia é descobrir como podemos ser os melhores e ajudar os nossos clientes a produzir o melhor e, claro, a ter sucesso. É por isso que temos uma rede de escritórios e revendedores autorizados da Roland em toda a região, que nos permitem estar disponíveis localmente e manter contacto regular com os clientes.

Esta iniciativa tem como objetivo dar a conhecer as histórias de clientes que fizeram coisas incríveis – porque queremos reconhecê-los e ajudá-los a criar uma reputação favorável – e é isso que mais importante.”.

Para saber mais visite www.rolandhero.com


Konica Minolta patrocina Millennium Estoril Open 2018

A Konica Minolta é patrocinadora oficial e exclusiva na área de impressão da edição Millenium Estoril Open 2018.

Pelo 2º ano consecutivo, a Konica Minolta vai patrocinar o Estoril Open 2018, marcando presença naquele que é um dos principais eventos desportivos do país. Acompanhará todas as atividades dentro dos courts e, além disso, estará presente na smash area a apoiar a federação de ténis.

O campo do Clube de Ténis do Estoril será, novamente, o palco para o grande evento internacional da categoria ATP World Tour 250, que irá decorrer entre os dias 28 de abril e 6 de maio.

“A Konica Minolta tem tido, nos último anos, uma presença junto de organismos ligados ao desporto, e é com um grande orgulho que abraçamos, novamente, esta parceira. Trabalhar com a organização do Estoril Open tem sido muito gratificante e não temos qualquer dúvida de que esta edição será um sucesso.”, referiu Vasco Falcão, director geral da Konica Minolta em Portugal.


Toshiba anuncia hoje o dynaEdge DE-100

A Toshiba anuncia hoje o dynaEdge DE-100, um dispositivo móvel de edge computing Windows 10 de elevada performance, em conjunto com os óculos inteligentes de Realidade Assistida AR100 Viewer.

Concebido para trazer para o ambiente de trabalho um wearable portátil, estas novas soluções irão permitir às grandes empresas melhorar a sua eficiência, qualidade de performance e flexibilidade operacional num ambiente de constante evolução. O dynaEdge DE-100 e os óculos inteligentes AR100 Viewer irão estar focados nas indústrias com maior foco em linhas de produção, incluindo empresas de manufatura, logística e manutenção.

Um software de controlo remoto especializado out-of-the-box, que inclui a integração com o Skype for Business, será ainda complementado com o anúncio da parceria a longo prazo com a Ubimax GmbH, o líder de mercado mundial de computação wearable empresarial, em que as suas soluções serão implementadas com integração deste novo dispositivo.

“Estamos muitos orgulhosos de estar na linha da frente da área de wearables empresariais, ao introduzir a primeira solução monocular de Realidade Assistida para combinar com a capacidade do Windows 10 Pro PC, a funcionalidade mais robusta no segmento empresarial de óculos inteligentes, e um workflow de eficiência específico para a indústria fornecido através da parceria com a Ubimax,” afirma Maki Yamashita, Senior Vice President, PC & Solutions EMEA, Toshiba Europe GmbH. “Isto leva-nos a disponibilizar o próximo tipo de workflows para otimizar a eficiência das equipas de trabalho.”

Uma nova visão de eficiência

O dynaEdge DE-100 é um dispositivo móvel de edge computing, leve e portátil, que oferece a capacidade de performance de um PC através da 6ª Geração de processadores Intel® Core™ vPRO™. Este corre com o Windows 10, a solução pode facilmente ser integrada na infraestrutura de TI existente, enquanto beneficia simultaneamente do suporte e segurança através das atualizações Microsoft à plataforma. A bateria recarregável disponibiliza um período de vida útil até seis horas e meia (dependendo da configuração e condições de utilização) só com uma carga. Esta bateria também é removível, permitindo aos trabalhadores poderem trabalhar ao longo do dia quer estejam em movimento ou no terreno através de uma simples troca de bateria, caso seja necessário.

Combinado com o confortável AR100 Viewer, os trabalhadores irão beneficiar de uma conectividade sem limites, com o dispositivo equipado com as últimas tecnologias Wi-Fi, Bluetooth® e GPS – permitindo aos óculos inteligentes conectarem-se com a rede corporativa, enviar e receber dados, fazer live streaming de vídeo e monitorizar ativos.

A Toshiba Vision DE Suite permite aos especialistas que se encontram em zonas remotas ter um novo cenário de utilização e de trabalho através de uma solução out-of-the-box com integração com Skype for Business. Isto permite aos trabalhadores não só partilharem ficheiros, mas também mostrar a sua primeira impressão e visão através de imagens e vídeo em tempo real, criando assistência remota e oportunidades de colaboração únicas. A Toshiba mantém-se comprometida em evoluir e expandir constantemente estas funcionalidades, em conjunto com workflows específicos da indústria, através da parceria com a Ubimax.

Ubimax: Uma parceria estratégica a longo prazo.

“Estamos muito entusiasmados com a parceria com a Toshiba e acreditamos que a combinação da sua experiência e conhecimento técnico com a nossa experiência no desenvolvimento de wearables, nos permitirá aumentar a penetração e utilização de wearables na indústria através de soluções inovadoras,” afirma Jan Junker, Chief Commercial Officer, Ubimax. “A nossa base instalada de mais de 200 clientes também será capaz de utilizar as suas atuais soluções Ubimax em Windows 10, com o dynaEdge. Estamos confiantes no reforço desta parceria numa base a longo prazo e iremos anunciar mais integrações nos próximos meses.”

Acessórios

O Kit de Realidade Assistida AR100 Viewer contém o AR100 Viewer, um cabo USB Type-C, um clip para o cabo, um coldre e uma caixa de transporte. Acessórios adicionais estarão também disponíveis para diferentes tipos de uso e preferências de como montar o AR100 Viewer.

Disponibilidade

A solução dynaEdge AR100 Viewer smart glasses estará disponível no Mercado europeu no Segundo trimestre de 2018.


Beltrão Coelho acompanha a Xerox na Portugal Print 2018

Entre 15 e 17 de Março, a Beltrão Coelho estará presente na feira “Portugal Print Packaging and Labeling”, acompanhando a Xerox no seu stand. Trata-se do maior evento nacional dedicado à indústria gráfica profissional – englobando os sectores da embalagem, etiquetagem e rotulagem.

Esta será a quinta edição da feira e a primeira a realizar-se na FIL, em Lisboa (sendo que nos anos anteriores decorreu na Exponor, no Norte). A expectativa é que este ano o número de visitantes seja superior ao do ano passado, estimando-se uma afluência de 12.000 visitantes.

Por exigência do mercado, esta edição contará com o segmento de “Packaging e Labeling”, facto que poderá motivar um maior interesse e adesão. Contando já com 75 expositores confirmados, a Portugal Print assume-se como “o maior palco de exposição” nacional neste ramo, um evento incontornável para os fornecedores, fabricantes e distribuidores que queiram estar a par das últimas tendências tecnológicas da indústria gráfica.

Enquanto parceira da Xerox, a Beltrão Coelho estará presente neste evento, estendendo o convite aos seus clientes do ramo da produção gráfica. O objetivo será dar a conhecer as soluções de produção gráfica da Xerox (que será o único fabricante presente com um stand próprio), dando destaque aos equipamentos de Produção Versant 180 e Versant 3100, bem como à oferta para os mercados de oportunidade, como a Embalagem e Produção de Livros.


Chiado Books e Atlantic Print no Top da Impressão Digital de Livros

Gonçalo Martins é CEO da Chiado Books, uma das mais dinâmicas e reconhecidas editoras do mercado nacional. Quando completa dez anos, a editora consolida a sua presença em Portugal e celebra a entrada no mercado brasileiro onde regista sucesso absoluto.

Depois de ter sido orador no Printalks, falámos com Gonçalo Martins, e quisemos saber tudo sobre a Chiado Books, a Gráfica Atlantic Print e o que pensa do mercado de impressão digital de livros.

A completar dez anos de operação, a CHIADO BOOKS afirma-se de forma destacada como a maior empresa do mundo na publicação em língua portuguesa e, uma das que mais cresce em língua castelhana. Em 2017, publicou mais de 700 títulos em Portugal, 500 títulos no Brasil, 300 títulos em Espanha e na América Latina e 100 títulos entre as suas chancelas para as línguas francesa, italiana e inglesa. No total, foram mais de 1600 novos títulos, em mais de vinte países, num catálogo onde podem ser encontrados variados géneros literários e uma diversificada montra de autores, desde os mais consagrados a talentos emergentes.

Uma das chaves para este meteórico crescimento é o investimento realizado numa unidade gráfica própria, a ATLANTIC PRINT, considerada hoje a maior gráfica de impressão digital de livros em Portugal, responsável pela produção de todos os catálogos nacionais e internacionais da CHIADO.

Gonçalo Martins, fundador e CEO da Break Media, empresa que detém a CHIADO BOOKS e a ATLANTIC PRINT revelou que, para tudo isto fosse possível, houve um aspecto fundamental o motivou a avançar na altura com a CHIADO BOOKS. “Tinha perfeita noção de que existia um imenso número de autores, com muito talento, que não conseguiam publicar as suas obras com as editoras mais tradicionais ,e não me revia minimamente nos motivos pelos quais isso acontecia. O acesso à publicação estava reservado a um número restrito de autores, aos quais as editoras tradicionais reconheciam maior potencial comercial, em regra apontando a vendas superiores a três ou quatro mil exemplares, o que me parecia extremamente conservador e castrante de qualquer oportunidade para quem estivesse a dar os seus primeiros passos enquanto escritor. Nessa multidão de autores não publicados, encontrava regularmente obras com um imenso valor e interesse, independentes do seu potencial comercial. Eu próprio tinha amigos que tinham obras que haviam vendido trezentos ou quinhentos exemplares, às quais reconhecia a maior qualidade. O facto de um livro vender quarenta mil exemplares não significava, nem significa hoje, que é melhor do que o livro que vende quatrocentas cópias.”

Gonçalo Martins relembra que em 2008 o país atravessava uma das maiores crises da história recente, quando a CHIADO BOOKS publicou a sua primeira obra. “O mercado livreiro registava violentas quebras de vendas, sem que tal desse sinais de alterar o paradigma editorial vigente, assente na produção em grande escala de um número reduzido de produtos. As editoras e distribuidoras começavam a sentir problemas estruturais que não conseguiam esconder, com stocks excedentes, devoluções e fundos de catálogo acumulados em grande volume. Em poucos anos, já não era necessário que uma obra vendesse oitenta mil exemplares para ser classificada como best-seller. Passou a ser aceite que um best-seller vendia dez, cinco ou mesmo três mil exemplares e não eram visíveis sinais de adaptação, por parte das editoras convencionais, ao novo paradigma e aos novos tempos.”

O poder de compra era violentamente afectado pela crise económica, mas esse não era o único motivo que Gonçalo Martins apontava para a quebras de vendas no mercado do livro. “Esse era apenas um dos factores da equação. Outro, igualmente importante para explicar as enormes quebras, era o facto dos próprios hábitos de consumo estarem a mudar rápida e radicalmente. Na minha opinião, no futuro imediato apenas por quem estivesse preparado para responder de forma ágil ao que os leitores pediam e à forma, ritmo e volume dos pedidos, se quisessem ter sucesso. E isso, salvo alguns livros e autores excepcionais, não seria possível quando se avançava logo à partida com três, quatro ou cinco mil exemplares de uma obra, só porque não se era capaz de vislumbrar forma mais razoável de os imprimir que não fosse em inevitáveis lotes de milhares.”

No entanto, Gonçalo Martins deparou-se com um problema central na definição do seu modelo: por um lado, os valores médios para produzir tiragens pequenas em offset (a tecnologia dominante), eram perfeitamente proibitivos e, por outro, a tecnologia que poderia permitir fazê-lo a um custo razoável, sem que se comprometesse a qualidade do livro, a impressão digital, ainda não se encontrava suficientemente amadurecida no nosso país, fruto de alguma desconfiança e da inexistência de capacidade produtiva com esta tecnologia.“Quando criei a CHIADO, em 2008, o panorama gráfico português não estava minimamente preparado para o nosso modelo. Algumas gráficas tinham um ou dois pequenos equipamentos digitais, que encaravam fundamentalmente como ‘backup’ para trabalhos em offset. Não existia escala, nem equipamentos de topo que me permitissem contratar os nossos trabalhos em Portugal”, continua Gonçalo Martins. “Recordo-me de conversar com gráficas que contactei na altura, em que procurava abordar a necessidade de evolução dentro no digital. Parte das reacções que colhia não eram as melhores, ou as mais confiantes acerca da minha visão.”

Numa primeira fase, a opção de Gonçalo Martins foi avançar com a impressão dos primeiros livros numa das maiores gráficas offset do país, embora sabendo que se trataria de uma solução a prazo. Percebeu então que, se em Portugal o digital era ainda encarado enquanto tecnologia menor e de futuro incerto, em Espanha, várias gráficas apostavam nessa tecnologia, com linhas de produção inteiramente digitais, compostas por equipamentos de topo no segmento, que começava a constituir-se como alternativa e uma séria ameaça às gráficas mais tradicionais.“Comecei a produzir numa gráfica digital espanhola. Conseguia finalmente ter um custo razoável de produção, sem comprometer minimamente a qualidade de impressão dos livros, o que me permitia ter margem para pagar maiores royalties aos autores, assumir os custos de uma distribuição mais alargada ou contratar, por exemplo, mais colaboradores. Além disso, tinha custos relativamente estáveis, quer imprimisse quinhentos, trezentos ou setecentos exemplares numa primeira edição”, conta Gonçalo Martins.

O CEO da CHIADO empenhou-se então em aprofundar o seu conhecimento da tecnologia digital e visitou muitas gráficas e feiras internacionais em que conheceu e testou os equipamentos de primeira linha deste segmento. “A cada ano, era incrível como a tecnologia digital dava enormes saltos em frente. As linhas eram progressivamente melhores, mais rápidas, mais robustas e esta alternativa ao offset ganhava cada vez mais credibilidade.”

Gonçalo sabia que o futuro da CHIADO passaria por aí, e em 2011 criou a ATLANTIC PRINT, a unidade gráfica que imprime todos os livros da CHIADO BOOKS. Tudo começou num espaço com 80 metros quadrados que, três anos depois ocupava mais de 2.000 m2 num complexo gráfico e logístico na Portela de Sacavém, em Lisboa. O forte crescimento no continente sul-americano levou à criação de uma subsidiária da ATLANTIC PRINT no Brasil para produção dos catálogos brasileiros e latino-americanos. “Todos os dias produzimos milhares de livros para o mercado português e restantes mercados da Europa em que estamos presentes.”

Pioneira na aposta na impressão digital para o mercado de produção de livro em larga escala, a CHIADO BOOKS veio confirmar a importância da atenção às oportunidades que a inovação e as novas tecnologias podem oferecer. Resultado de um investimento financeiro de cerca de 1,5 milhão de euros, sete anos volvidos a ATLANTIC PRINT conta com 25 colaboradores directos e 10 equipamentos de impressão digital de ponta.


Omdesign conquista dois Ouros no Wine Design Challenge

A agência de design e publicidade de Leça de Palmeira, Omdesign, acaba de conquistar dois Ouros no Wine Design Challenge, uma competição da revista Drinks International.

Um prémio foi atribuído ao projeto de autopromoção “Packaging Omdesign 2016”, na categoria Alternative Wine Packaging Design, e o outro à edição especial e limitada “130YO Gran Cruz”, na categoria New Design of a Wine Brand.

WineDesignChallenge_Omdesign_3

WineDesignChallenge_GranCruz_Omdesign_3

WineDesignChallenge_GranCruz_Omdesign_2

WineDesignChallenge_GranCruz_Omdesign_1

O Packaging Omdesign 2016 reflete e consolida as fortes preocupações ambientais que a agência defende desde a sua fundação, em 1998. Todo o conceito desta embalagem está retratado no filme “Our commitment to the future” (https://www.youtube.com/watch?v=50P8iTlKzoc). Por sua vez, o projeto da Gran Cruz, que assinala e celebra os 130 anos da empresa sob o mote “130 anos de saber-fazer e de paixão”, é apresentado numa edição numerada e exclusiva, que pretende eternizar este marco histórico.

Esta edição, cujos jurados são profissionais do setor vitivinícola das mais diversas áreas, nomeadamente críticos, retalhistas, designers gráficos, entre outros, contou com a participação de empresas oriundas de diferentes países e salienta a importância do design para os consumidores de vinhos.


“Na Caminhada para o Futuro” é o mote da Emetrês na Portugal Print

De 15 a 17 de Março a Emetrês vai ocupar o stand 26 da Portugal Print, na FIL.  “Na caminhada para o futuro” serve de mote para descobrir as mais recentes novidades da empresa no 3D (Grande e Pequeno formato), Impressão Digital e Acabamentos.

Apostada em apresentar aos seus clientes as maiores novidades do setor, a Emetrês conta com dois lançamentos nacionais exclusivos: a AccurioPress 6136, da Konica Minolta, e a Acuity LED 1600 R, da FujiFilm. Também presentes vão estar a Bizhub Press C71cf (Konica Minolta) e a Acuity LED 1600II.

A Impressão 3D estará em grande destaque com a apresentação da Masssivit, o “gigante” da impressão, e da Form2, uma das melhores impressoras de bancada do mercado, com um elevado grau de detalhe.

As áreas de impressão offset, acabamentos e consumíveis estarão também representadas com toda a informação disponível junto da equipa Emetrês sempre presente no stand.

“Queremos trazer novidade e o futuro do setor à Portugal Print. Os visitantes terão todo o apoio da nossa equipa, poderão ver os equipamentos em funcionamento e confirmar a qualidade das peças que produzem. Será com toda a certeza uma presença muito dinâmica e cheia de surpresas”, destaca Alberto Mateus, administrador da Emetrês.

Pode fazer download do convite personalizado e ver toda a informação sobre o evento em www.portugalprint.emetres.pt.


Konica Minolta “desfila” na 50ª Moda Lisboa

A Konica Minolta é patrocinadora oficial e exclusiva na área de impressão da 50ª edição da Moda Lisboa, apostando neste nicho de mercado, enquanto reforça o seu posicionamento “Giving Shape To Ideas”, também junto dos melhores criadores nacionais.

O Pavilhão Carlos Lopes, em Lisboa, irá receber, entre os dias 8 e 10 de março a 50ª edição daquela que é a maior montra de criação de moda em Portugal, sempre com uma visão do que será o futuro das criações e dos criadores.

A Konica Minolta envolvendo-se no espírito da Moda Lisboa, criou a sua própria linha de design para os seus equipamentos, em colaboração com a artista Ana Körner, que irá ser divulgada num desfile que irá decorrer entre os dias 8 e 10 de Março exclusivamente nas redes sociais da Konica Minolta e da Moda Lisboa. Serão quatro “modelos”, que neste caso são equipamentos multifuncionais e de production printing, que irão “desfilar” nas redes sociais com criatividades assinadas pela designer gráfica.

“Na Konica Minolta damos forma às ideias e acreditamos que é precisamente esse o elo de ligação à Moda Lisboa que também incentiva a criação. Para celebrarmos o 50º aniversário da Moda Lisboa este ano iremos assinalar a data com um desfile dos nossos modelos, exclusivamente nas redes sociais. Será uma associação entre a tecnologia e criatividade, que se espera surpreendente”, refere Carolina Afonso, Diretora de Marketing da Konica Minolta em Portugal


Huawei apresenta All-Connected World no Mobile World Congress em Barcelona

A Huawei Consumer BG apresentou hoje, o primeiro notebook Fullview Huawei MateBook X Pro, o Huawei MediaPad M5 e o equipamento Huawei 5G CPE, o primeiro terminal doméstico que suporta o standard de telecomunicações 3GPP (3rd Generation Partnership Project) mundialmente reconhecido para 5G.

Com um design totalmente renovado e avanços verdadeiramente notáveis no seu desempenho, estes novos dispositivos demonstram o poder que a tecnologia assume na oferta de experiências inovadoras.  A Huawei reforça, assim, a sua visão de um mundo interligado ao investir significativamente em investigação e no desenvolvimento. “Tornamos como nossa missão superar os limites do que a tecnologia e a inovação são capazes de realizar. Com a introdução do novo HUAWEI MateBook X Pro, o HUAWEI MediaPad M5 e do primeiro CPE 5G do mundo, estamos a cumprir a nossa promessa de oferecer equipamentos revolucionários que redefinem toda a experiência informática.”.

O Huawei MateBook X Pro é um notebook ultra fino, de 13,9 polegadas, com um novo ecrã Huawei FullView de 3K e a proporção de 91% de ecrã para o corpo que permite aos utilizadores uma experiência visual imersiva. Este novo MateBook é vem com um processador Intel® Core™ i7 / i5 de 8ª geração, uma bateria de longa duração de 57.4Wh e uma discreta placa gráfica NVIDIA® GeForce® MX150 com 2GB GDDR5 – tornando-se um dos notebooks mais leves e potentes do mercado. O Huawei MateBook X Pro vem com um revolucionário sistema de som Dolby Atmos e altifalantes personalizados. Com o Dolby Atmos Sound System, os sons fluem em redor do utilizador, fazendo-o sentir parte da ação.

O Huawei MediaPad M5 vem equipado de um ecrã em vidro 2,5D de 2K, as elegantes e potentes versões de 8,4 e 10,8 polegadas respectivamente, integram dois ou quatro altifalantes estéreo sintonizados pela Harman Kardon. A tecnologia Huawei Histen oferece áudio 3D para uma experiência de som imersiva e suporta o áudio Hi-Res para uma qualidade de som excepcional. O Huawei MediaPad M5 Pro de 10,8 polegadas inclui uma M-Pen Huawei de alta precisão com 4.096 níveis de sensibilidade, para que a experiência de utilização, a escrever ou a desenhar, seja fácil e sem esforço.

Por fim, o Huawei 5G CPE suporta o standard de telecomunicações 3GPP reconhecido mundialmente para 5G. Disponível em configurações de indoor e de outdoor, oferece velocidades de downlink super rápidas de até 2Gbps e pode operar em redes 4G e 5G. Adota o chipset Balong 5G01 desenvolvido internamente pela Huawei – o primeiro chipset comercial do mundo que suporta o standard 3GPP – e suporta todas as frequência de 5G, incluindo sub-6GHz e onda milimétrica (MMW).

O Huawei MateBook X Pro e o Huawei MediaPad M5 estarão disponíveis na China, Europa, América do Norte, Ásia-Pacífico, Oriente Médio a partir da primavera deste ano.


Um sorriso ao som adaptativo

por João Gata

 

Façam como eu. Apanhem o metro. Escolham um banco o mais próximo de uma das portas. Olhem as pessoas. Os seus olhos, a cor dos dentes, o penteado, a armação dos óculos. Só depois os pertences, a roupa, os acessórios. Agora concentrem-se e reparem… agarrado com as duas mãos ao varão principal, é alto, esguio, deve andar na casa dos 20 anos. Moreno, dentes brancos, não é fumador. Cabelo preto, comprido e ondulado. Pela forma como abraça o varão e nele encosta o peito mostra que é pouco seguro de si. Deve conhecer problemas no liceu ou então no primeiro ano de faculdade. As miúdas? Talvez. Não deve ter sorte na conquista. Não é popular. Tem cara de Manuel. Manuel, não. Gabriel, tem mais cara de Gabriel.

Faltam meia dúzia de paragens para o meu destino e submeto-me ao poder do smartphone. Ligo a App Headphones Connect após uma breve passagem pelos e-mails e escolho o modo de cancelamento de ruído adaptativo. O que vou ouvir? Decido pela escolha aleatória da pasta “em trânsito pelas catacumbas de Lisboa”.

Olhemos para a porta mais afastada, por sinal, do lado que não abre. Encostado nas costas de um dos bancos está, pelas brancas no cabelo e pequeno papo, um trintão. Aros modernos e flexíveis. Barba por fazer. Olha com desinteresse as cores, objectos e linhas horizontais que a velocidade provoca. De vez em quando estuda atentamente o mapa. Está um pouco perdido, nota-se que não costuma utilizar os transportes públicos. Estou na dúvida se é um publicitário brasileiro ou um free-lancer lisboeta. Assim sendo vou tratá-lo por Marco. Dá para os dois lados do mundo.

A seu lado e encostado à porta viaja um jovem bancário. Cabelo mais comprido que a norma exige, mas que se desculpa pela juventude dos vinte e poucos. Barba escanhoada, passando a vista por um qualquer suplemento económico. Mal desvia o olhar da informação que julga vital para a sua vida, o que denota uma enorme dependência daquilo que os outros pensam dele. Zé Manel, assim mesmo, pelo diminutivo e conjugação.

Encostada às costas do outro banco está uma rapariga baixa e mais gorda do que hoje é aceitável socialmente. Cabelo curto com madeixas louras e laranja. Uma mescla de tons que acompanham a palete colorida e bem disposta com que brindou a face. Por baixo das enormes e artificiais pestanas, os olhos são pequenos, tristonhos e olham o nada. Corpo cansado e embalado, por vezes sacudido, pelas curvas dos túneis. Pela hora deve estar de regresso a casa no primeiro de diversos transportes. Deve ser empregada numa loja de centro comercial. Maria, Ana Maria como o Bond. Percebo que reparou na minúscula luz azul do bluetooth a piscar dentro dos meus ouvidos, uma em cada um. É educadamente curiosa ao tenta perceber o que é sem dar nas vistas, mas mal a olho, desvia o olhar o mais rapidamente possível. Não evito um sorriso e ela também não.

Mesmo à minha frente sentam-se duas jovens modernas e rebeldes quanto baste. Uma é francamente bonita. Tem qualquer coisa de africana. A tez… não, é clara demais. Acima de tudo o cabelo muito negro, meio em rasta, meio em trança, que condizem com os magníficos olhos. Uma boca rasgada com lábios generosos mas que não chegam a ser africanos. Vão, ou estão, a fazer as delícias de um qualquer jovem. A simpatia natural tem lógica se lhe chamarmos Inês. A sua amiga Marta tenta ser-lhe igual mas dificilmente o conseguirá. Já apresenta algumas olheiras que denotam muito tempo agarrada ao verbo. O cabelo, castanho claro, não tem o volume nem a beleza do da Inês, está comprido e enrolado desordenadamente, o que também não a favorece. Ambas devem estudar comunicação social. Inês deverá ser repórter de moda. Marta irá escrever grandes peças sobre os problemas que afectam a comunidade. Serão amigas por muitos mais anos.

Há quem entre, quem saia e os que continuam.

Um dos que ficou escolheu o centro do corredor para prosseguir viagem. São quase dois metros de musculação levada a sério. Cabelo puxado para trás num misto de gel e óleo natural, pente 1 nos lados com uma espiral rapada numa espécie de desenho tribal. Masca pastilha. Usa auscultadores dourados e prateados, enormes sem isso ter a ver directamente com a potência sonora e de assinatura norte-americana. Absorto, lá vai abanando ligeiramente a cabeça ao compasso quaternário que também lhe move um dos pés. Tem um nome gravado num cachucho que lhe apanha três dos cinco dedos: Guido. Fico a pensar se ele percebe que também estou a ouvir música e que não faço um alarde tão grande. Algumas das pessoas que lhe estão próximas desviam-se depois de uma careta desagradável, mas Guido está-se pouco nas tintas. Uma das vantagens dos meus micro auriculares é exactamente esta, a de não emitir decibéis para fora com aquele som agudo e irritante que nos entra pelo juízo dentro.

De repente, uma paragem mais brusca provoca a perda de equilíbrio de quase toda a gente. Até eu, que continuo sentado, tive de atirar um pé mais para a frente para servir de travão ao embalo. Alguns viajantes desabafam surdamente qualquer coisa enquanto outros, já batidos, controlam o seu corpo de uma forma mecânica, quase automática. O som dos meus auriculares atenua-se automaticamente para deixar ouvir o recado técnico exclamado pelos altifalantes: vamos ficar parados uns minutos devido a qualquer problema da linha. A música recupera o seu fulgor enquanto reparo que Guido se aproxima de Inês e Marta, mas não lhe adivinho qualquer sorte. Acertei. A carruagem lá arrancou.

Chegámos a uma das mais importantes estações. Uma daquelas em que as carruagens vazam quase até ao fim mas que se enchem novamente a uma velocidade e método pouco comuns na mentalidade lusitana. No meio da confusão percebo dois jovens “rebeldes”. Há que ter mais cuidado com os pertences. Um dos grandes trunfos dos Sony WF-1000X é o tamanho diminuto que nos permite encaixá-los perfeitamente dentro do ouvido sem sacrificar a estupenda qualidade de som e passo despercebido. O par é batido e balanceia-se de varão em varão com uma desenvoltura digna de um atleta de alta competição. Nem repararam num polícia que entrou atrás deles pela porta mais longínqua. É um jovem e atlético agente cuja pequena placa no peito descreve o seu número e o nome Mendes. Os putos continuam a fazer razias a quem vai de pé. Os ligeiros encontrões colocaram quase todos em alerta e até Guido já nem presta atenção ao ritmo que estava a ouvir.

Num rompante, mesmo antes das portas se abrirem antes da paragem, um dos miúdos faz um movimento de apanha com a mão. O embalo é rápido e arranca a correia da mala de uma senhora e, pelo caminho, o cabo dos auscultadores de Guido que os fazem cair e estatelar-se no chão onde são pontapeados para longe pela bota do agente Mendes que disparou na perseguição dos jovens.

Seguiu-se uma grande algazarra: a senhora gritava por socorro, Guido pelos seus defuntos auscultadores e Mendes para o walkie talkie clamando por reforços à saída da estação.

Ouvi tudo isto graças ao som adaptativo dos Sony ao ambiente que tem esta crueldade, a chamada à dura realidade quando menos a esperamos. A próxima estação é a minha e aproveito para retirar dos ouvidos os WF-1000X. Enquanto os coloco na pequena caixa de transporte que também os recarrega, olho para Ana Maria que continua a tentar perceber o que raio é isto que arrumei.

Pisco-lhe o olho ao sair pela porta e percebo-lhe um sorriso tímido e corado.

Andar de Metro tem destas coisas, histórias que passam a memórias embaladas pela banda sonora que é, afinal, a nossa vida.


Radwen Tekaya é o novo Director de Assistência ao Cliente da Pixartprinting

Radwen Tekaya entra na gestão da Pixartprinting com o cargo de Diretor de Assistência ao Cliente, já há algum tempo certificado pela TÜV.

A empresa, que está entre os web-to-print mais importantes da Europa, opera no mercado internacional na qualidade de e-commerce puro fornecendo serviços de impressão: as suas montras são as e-shops disponíveis em 11 línguas, os seus “agentes” são as atividades de marketing desenvolvidas, a sua voz os operadores de Assistência ao Cliente que humanizam o serviço oferecido online. Uma equipa que até hoje conta com 80 operadores de língua nativa italiana, inglesa, espanhola, portuguesa, alemã e francesa, que respondem aos pedidos de clientes de toda a Europa.

De nacionalidade tunisina e licenciatura em história contemporânea obtida em França, é detentor de um currículo que o viu viajar de continente em continente até à direção de departamentos dedicados ao apoio ao cliente com centenas de colaboradores. Tekaya entra no Grupo Cimpress – líder mundial da costumização em massa – em 2009 e durante 9 anos dirige a Assistência ao Cliente da Vistaprint, “prima” da Pixartprinting, especializada em serviços de impressão B2C.

Ao chamamento da Pixartprinting responde com grande entusiasmo: Para além da felicidade da minha mulher (que é da região de Véneto) que pôde reunir-se com a sua família, fiquei imediatamente atraído por esta oportunidade: a Pixarprinting é uma realidade sui generis, sem dúvida diferente das minhas experiências anteriores. Aqui respira-se paixão, partilha, sentimento de pertença a um projeto comum”.

De facto, na empresa são frequentes os casos de percursos de crescimento profissional onde indivíduos adquirem, com o tempo, know-how em vários departamentos, conseguindo assim ter uma visão mais ampla dos processos e dos objetivos estratégicos. “É certamente um dos aspetos que me interessam nesta nova missão que, para além da Assistência ao Cliente, me põe em contacto com o marketing e a produção”. Isto não é válido apenas para o manager, também o é para muitos dos colaboradores da Pixartprinting (atualmente mais de 700) e sobretudo para os recursos em ação na assistência ao cliente. “Uma particularidade desta equipa é que os operadores são formados para poderem dar aos clientes, de forma totalmente autónoma, uma resposta exaustiva a qualquer questão – explica Tekaya –. Para além do conhecimento de línguas, movimentam-se com muita agilidade na e-shop, podendo orientar o cliente em procedimentos individuais, têm noções de design gráfico, conhecem os produtos a fundo, as técnicas de produção e estão muito bem preparados sobre as campanhas de marketing em vigor”.

No entanto, apesar de parecer uma máquina já perfeitamente oleada, Tekaya tem projetos bem claros para o futuro da Assistência ao Cliente da Pixartprinting. A partir de abril, estará disponível das 9:00 às 22:00, com horário permanente. Sempre com vista a minimizar os tempos de resposta, para além do alargamento dos horários estão já previstas novas contratações ainda este ano “Procuramos pessoal qualificado, versátil, mas sobretudo com vontade de fazer parte desta grande família”. O convite é bastante tentador, confirmado pelo sorriso de Tekaya, homem de grande empatia e alma rock.


Canon apresenta a nova EOS M50

A Canon Europa apresenta hoje a nova EOS M50, o mais recente membro da família EOS M e a mais intuitiva e tecnologicamente avançada câmara mirrorless da Canon até à data. Criada para os aventureiros modernos, a EOS M50 é a primeira mirrorless da Canon com vídeo 4K, ecrã tátil de ângulo variável e o seu mais recente processador de imagem, o DIGIC 8.

Além da conectividade Bluetooth®[1] e Wi-Fi[2] , o sensor CMOS APS-C de 24.1 megapixéis da câmara cria imagens nítidas de elevada resolução com fundos desfocados suaves, mesmo em ambientes de baixa luminosidade. Graças ao disparo contínuo de 10 frames por segundo (fps), é possível captar até os momentos mais espontâneos com um detalhe incrível. A Canon EOS M50 é a escolha perfeita para os fotógrafos de smartphone ou com câmaras compactas que procuram melhorar as suas capacidades fotográficas, com uma câmara leve, portátil e com objetivas intermutáveis que permite elevar a arte de contar histórias.

Equipada com a mais recente tecnologia, a Canon EOS M50 apresenta a qualidade DSLR num corpo compacto e elegante que se adapta a qualquer aventura. Para um sistema de focagem automática super-rápido e ágil, a velocidade do Dual Pixel CMOS AF da câmara permite aos fotógrafos captar imagens de elevada resolução e vídeo em Full HD com controlo sobre a profundidade de campo, para motivos mais nítidos e fundos suaves. O aspeto cinematográfico alcançado pelo sensor CMOS APS-C de 24.1 Megapixéis atinge um novo patamar com captação de vídeo em 4K, que proporciona maior detalhe, com uma resolução 4x superior ao Full HD.

A EOS M50 incorpora o mais recente processador de imagem da Canon, o DIGIC 8, o primeiro numa câmara Canon. O novo processador possibilita várias funções da câmara, incluindo: gravação 4K, timelapse em 4K e captação de ecrãs em 4K de vídeos 4K; disparo contínuo veloz e um ISO máximo de 25,600, que permite obter imagens nítidas mesmo em pouca luz. O DIGIC 8 também suporta um amplo leque de melhoramentos na focagem automática, Auto Lighting Optimiser, Digital Lens Optimiser e Highlight Tone Priority, para obtenção de excelentes imagens de elevada qualidade prontas para serem partilhadas diretamente a partir da câmara.

O design ousado e contemporâneo da EOS M50 dá um toque moderno à experiência fotográfica tradicional, graças ao seu grande visor eletrónico. Os utilizadores podem explorar ângulos fotográficos criativos, tirar melhores selfies e gravar vlogs com mais facilidade graças ao ecrã sensível ao toque de ângulo variável com 7.5 cm de diagonal, que permite escolher múltiplos enquadramentos para melhorar qualquer narrativa. As capacidades melhoradas do ecrã sensível ao toque permitem usar, agora, a função Touch and Drag AF, possibilitando o ajuste instintivo da moldura de autofoco sem deixar de espreitar pelo visor.

Conectividade e controlo com Wi-Fi & Bluetooth

A Canon EOS M50 liga-se facilmente a dispositivos inteligentes através da app Canon Camera Connect para iOS e Android. A ligação Bluetooth constante e de baixo consumo permite ‘acordar’ e controlar a câmara remotamente e facilita a mudança para Wi-Fi, para fotografar em Live View e transferir imagens. Fotos e vídeos podem ser automaticamente transferidos para os dispositivos inteligentes[3] e, por sua vez, para as redes sociais. Além disso, o conteúdo pode ser armazenado na Cloud com a Canon Irista ou sincronizado automaticamente com PCs e Macs através do software Image Transfer Utility 2 da Canon.

Para fotos de grupo, vlogs e ângulos criativos, os utilizadores podem controlar a sua EOS M50 em modo Remote Live View através da app Canon Camera Connect, podendo alterar as definições e pré-visualizar as imagens no smartphone.

Tecnologias inspiradoras para histórias que vale a pena contar

Graças a tecnologias de otimização incorporadas na câmara e possibilitadas pelo DIGIC 8, a Canon EOS M50 transforma memórias em epopeias cinematográficas com o detalhe do vídeo 4K e o realismo das cores Canon. A gravação de vídeo HD até 120 fps, cria sequências de ação suaves e expande as possibilidades de reprodução em câmara lenta. Pela primeira vez numa câmara mirrorless da Canon, é possível fotografar com disparos contínuos de 10 fps, e 7.1 fps com AF contínuo.

Mais imagens, mais histórias.

A EOS M50 é a primeira câmara a incluir o novo formato CR3 14-bit RAW, bem como a nova opção C-RAW que cria ficheiros RAW com a máxima resolução embora grave-os reduzindo aproximadamente 30% a 40% do tamanho dos ficheiros RAW convencionais – aumentando o número de imagens que podem ser gravadas num cartão de memória, mas mantendo a flexibilidade das imagens RAW.

Uma objetiva para cada ocasião

A EOS M50 é compatível com a gama de objetivas compactas EF-M, permitindo aos utilizadores criar o seu sistema de eleição. Para ainda mais opções de escolha, é também compatível com as objetivas EF e EF-S da Canon através do adaptador de baioneta, Mount Adapter EF-EOS M. Esta possibilidade estende-se também à fotografia com flash, graças a uma sapata de flash compatível com qualquer modelo Speedlite da Canon. A entrada para microfone de 3.5mm permite ligar um microfone, como o Directional Stereo Microphone DM-E1 da Canon.

A Canon EOS M50 pode ser pré-encomendada na loja online da Canon e nos revendedores oficiais a partir de dia 26 de fevereiro de 2018. Estará disponível para venda no final de março de 2018.

Para mais informação, visite: Canon EOS M50


Livro “Banalidades” de João Felgueiras já à venda!

São 144 as crónicas que se distribuem pelas 293 páginas do novo livro de João Felgueiras. O “Banalidades” reúne os artigos que o director geral da The Navigator Company em África foi escrevendo, ao longo dos últimos 20 anos, na Revista Intergráficas, prometendo uma leitura fácil e extremamente interessante.

Já disponível para venda e com um PVP de 12€, todas as receitas revertem, integralmente, a favor da Comunidade Vida e Paz, conhecida pelo desenvolvimento de meritórias acções junto das pessoas sem-abrigo. Parte da tiragem da edição encontra-se ao dispor nas instalações da Comunidade Vida e Paz bem como na editora Blue Book, onde também será possível adquirir os exemplares.

O lançamento oficial está marcado para sexta-feira, dia 16 de Março, às 18h00, no Auditório da Papergift, que decorre na FIL – Lisboa.

Para efectuar a encomenda do livro deverá enviar o nome e morada para onde pretender receber os exemplares. A informação deve ser acompanhada da prova de transferência bancária, que deve ser efetuada para o NIB abaixo indicado. Para fazer a encomenda poderá utilizar os seguintes contactos:

Comunidade Vida e Paz
Rua Domingos Bomtempo, n.º 7 (Alvalade) 1700-142 Lisboa;
Telefones: 218 460 165 / 912 340 222;
E-mail: geral.alvalade@cvidaepaz.pt
Redes Sociais: http://www.facebook.com/Comunidade.Vida.e.Paz

Editora BlueBook
E-mail: bluebook@blue-book.pt

Revista IG
E-mail: anapcecilia@intergraficas.com.pt
E-mail: sarabutler@intergraficas.com.pt

Revista doPAPEL
E-mail: assinaturas@dopapel.com

O pagamento deverá ser efetuado directamente à Comunidade Vida e Paz, através do NIB: 0036 0000 9910 5505 0519 6.


Estamos em contagem decrescente para a Portugal Print 2018

Entre 15 e 17 de Março a FIL, em Lisboa, recebe a 5ª edição da feira Portugal Print Packaging & Labeling e abre as suas portas para que milhares de profissionais possam avaliar as novidades e decidir investimentos. Depois do Porto, a feira voa para Lisboa e promete agitar o mercado que há vários anos não contava com uma feira na capital.

É a quinta edição da feira Portugal Print e a primeira com realização em Lisboa, na FIL depois de ter estado na Exponor onde conquistou o mercado e se afirmou no panorama de eventos nacionais. Na verdade esta edição trará vários expositores internacionais, sobretudo de Espanha, onde o nome e projecção da Portugal Print já chegou. Para a Profair, entidade organizadora da feira, a decisão de fazer “voar” a feira do Porto para Lisboa teve origem nos vários pedidos e sugestões das empresas expositoras em outras edições que, “depois de terem experimentado com sucesso o Norte do país, querem testar o ambiente da capital”.

Com a expectativa de que o número de visitantes seja superior aos 10.000 da feira de 2017, Vanda Santos, directora da Profair refere que o facto desta edição passar a contar com o segmento de Packaging & Labeling, permite estimar que haja mais interesse e visitas. Por ser um segmento em crescimento a Portugal Print vai integrar um conjunto de novos expositores que pela primeira vez se mostram ao mercado português e em Lisboa. A adesão clara do número de expositores faz pensar que a capital é o palco perfeito para uma feira desta área, mas sobretudo que o mercado vive um bom momento e as empresas estão a retomar projectos que ficaram na gaveta durante os anos da Troika.

A página virada permite agora aos fornecedores, fabricantes e distribuidores apostar numa presença mais forte em termos de exposição na feira. Entre 15 e 17 de Março a FIL abrirá as suas portas para permitir às empresas da área de impressão e comunicação nos seus diversos segmentos e aos vários profissionais que a integram, ficar a par das últimas novidades, esclarecer dúvidas e fazer negócios.


Navigator apoia iniciativa “Um Escuteiro, uma Árvore”

A The Navigator Company anunciou esta segunda-feira, dia 19, em comunicado, que irá apoiar a iniciativa do Corpo Nacional de Escutas denominada ‘Um Escuteiro, uma Árvore’, que prevê a plantação de sobreiros, carvalhos, medronheiros e pinheiros em vários pontos do país. 

A empresa associou-se ao projeto internacional “Trees for the World”, apoiando a iniciativa do Corpo Nacional de Escutas denominada “Um Escuteiro, uma Árvore”. Este projeto prevê a plantação de uma árvore (Sobreiro, Carvalho, Medronheiro e Pinheiro-bravo) em diferentes locais do território nacional, levada a cabo pelos escuteiros. Albufeira, Aveiro, Braga, Bragança, Castelo Branco, Évora, Lamego, Leiria, Lisboa, Portalegre, Porto, Setúbal, Viana do Castelo, Vila Real e Viseu são alguns dos locais onde as plantações vão ser levadas a cabo, por cerca de 70 agrupamentos. O apoio da The Navigator Company materializa-se através da disponibilização e entrega de 4 800 árvores, das quatro espécies (acima mencionadas), bem como a disponibilização de informação, a cada escuteiro, sobre como se deve plantar uma árvore, em apenas quatro passos.

A entrega é feita em dois momentos, com o primeiro que ocorreu no passado dia 16 de fevereiro, e o segundo momento no próximo dia 2 de março. Cada escuteiro inscrito na iniciativa identificou previamente a espécie a plantar, bem como o respetivo local, na área de influência do seu agrupamento.

A associação da The Navigator Company a esta iniciativa tem lugar no âmbito do projeto “Protetores da Floresta”, um projeto que tem como missão formar crianças e jovens, potenciando a sua consciência ecológica e a sua atuação responsável, tendo a proteção da floresta como foco.


Konica Minolta líder nos modelos A3 a cor em Portugal

De acordo com os dados da Infosource recentemente divulgados, os dois equipamentos multifuncionaismais vendidos em Portugal neste segmento durante o CY2017 são ocupados pelos modelos Bizhub premium C227 e C258, respectivamente.

Os resultados confirmam que a Konica Minolta detém uma quota de mercado de 23,8% no segmento Office A3 a COR, evidenciando, um crescimento de 1,7% face ao ano de 2016. Este resultado é acompanhado, também, por um aumento de 9% nas vendas em relação ao período de 2016. Vasco Falcão, diretor-geral da Konica Minolta Portugal e Espanha, sublinha a importância deste crescimento para a Konica Minolta em Portugal. “Os resultados apurados em relação ao ano de 2017 refletem o sucesso da nossa estratégia de proximidade com os nossos clientes bem como a qualidade que os nossos equipamentos e serviços oferecem.” 

No que diz respeito ao desenvolvimento de mercado, no ano de 2017, a Konica Minolta apresentou, igualmente, bons resultados, no segmento a COR em modelos A3 e A4, com um crescimento de cerca de 12%. “A Konica Minolta procura estar na vanguarda no que concerne à inovação, especialmente, em mercados como os de Office, que estão em constante atualização. Temos a experiência e o know-how que nos permite conhecer e antecipar as necessidades do cliente, trabalhando, sempre, no sentido de responder com a melhor solução, proporcionando, sempre, a melhor oferta de valor para o mercado”, acrescenta Vasco Falcão.

Sobre os modelos

Konica Minolta Bizhub C227:

Esta série de sistemas multifuncionais a cores da Konica Minolta vai ao encontro das mais diversas necessidades, oferecendo funções como acesso WiFi integrado, painéis individualizados e intuitivos e tecnologias de interface de última geração. Os novos sistemas de escritório bizhub C227 incluem um painel touch de 7’’com Near Field Communication (NFC) para dispositivos Android e Bluetooth Low Energy para dispositivos iOS incorporados, o que permite conexão automática aos tablets ou smartphones dos utilizadores, conferindo a comodidade do touch-to-print, bem como a funcionalidade touch-to-scan.

 Konica Minolta Bizhub C258:

A bizhub C258 oferece qualidade de impressão de 25 ppm e possui um painel intuitivo com uma área de mobile touch. Integra a tecnologia Near Field Communication (NFC) que permite aos utilizadores emparelharem os seus dispositivos móveis com o MFP; imprimir e digitalizar os documentos diretamente através do dispositivo móvel, sem haver necessidade de recorrer ao PC. E, para ainda maior conveniência, o painel e a interface do MFP podem ser personalizados às necessidades individuais de cada utilizador, tornando as tarefas diárias de impressão, digitalização e cópia ainda mais eficientes. Simultaneamente, os administradores de TI beneficiam da integração do equipamento com a rede, o que facilita e agiliza o seu trabalho.


Prémios iF Design Awards reconhecem equipamentos Canon pelo 24º ano consecutivo

A Canon, líder mundial em soluções de imagem, anuncia que seis dos seus equipamentos foram reconhecidos pelo iF International Forum Design GmbH com os prestigiados iF Design Awards 2018.

Criados em 1953, os iF Design Awards são considerados uns dos prémios mais prestigiados na área do design, com designs industriais reconhecidos e galardoados por todo o mundo. Este ano, o comité de especialistas de design de renome internacional avaliou 6.402 inscrições de 54 países e regiões em sete categorias. Estas incluem equipamento, embalagem, comunicação, arquitetura interior, conceito profissional, design de serviço/experiência de utilizador e arquitetura.

Este é o 24º ano consecutivo em que a Canon vence os iF Design Awards. Incentivada pelo reconhecimento do design de excelência, a Canon irá continuar a dedicar-se ao desenvolvimento de produtos que combinam os mais elevados níveis de desempenho e de design.


FICHA TÉCNICA
Diretora: Ana Paula Cecília
Redacção: Ana Paula Cecília
Design e paginação: Design Glow

Fotografia: Sara Butler, iStockphoto e António Camilo
Video: Sara Butler
Marketing e Publicidade: Pedro Silva

Colaboradores: Augusto Monteiro, Daniel Furet, João Felgueiras, Sebastião Camões

Propriedade: Ana Paula Cordeiro Cecília e Carla Cecília

Newsletter

SOCIAL MEDIA
9
POLÍTICA DE PRIVACIDADE

1. Todo o conteúdo deste site, inclusive textos, gráficos, logótipos, ícones e imagens, é propriedade exclusiva da Intergráficas e está protegido pelas leis nacionais e internacionais de copyright, bem como a compilação, edição e montagem, de todo ou em parte do conteúdo deste site.

2. O website da Intergráficas é de livre acesso a qualquer utilizador. Tem como objectivo, promover e informar os utilizadores dos produtos e serviços da Intergráficas.

3. A Intergráficas não se responsabiliza por eventuais interrupções na consulta do website. É proibida qualquer ligação (link) do domínio www.Intergraficas.pt, ou noutro qualquer website, sem uma permissão por escrito da Intergráficas.